Erros ao escovar os dentes que prejudicam a higiene e a saúde bucal

 

 

Você sabia que pequenos erros comuns ao escovar podem prejudicar a higiene e mesmo nossa saúde bucal?

Tudo isso porque seguimos alguns mitos sem nos questionar e nos falta informação, nos levando a cometer pequenos “pecados” nos cuidados com a nossa saúde bucal. Na verdade são detalhes que fazem toda diferença. Eles vão desde a escolha da escova e da pasta até o excesso de enxague.escovacao-errada-02-1024x540

 

Vamos aos principais deles?

 

  • Hora da escovação

Imaginamos que escovar os dentes logo após cada refeição é o ideal para uma boa higiene bucal, certo? ERRADO!

O certo é aguardar de 20 a 30 minutos entre a refeição e a escovação. Isso é importante porque precisamos dar um tempo para que a saliva possa agir na boca e neutralizar o pH alterado pelos alimentos e bebidas ingeridos. Quando não damos essa pausa e escovamos imediatamente após a refeição, podemos intensificar o processo de desmineralização dentária provocada por alimentos mais ácidos como algumas frutas.

Outro ponto de atenção para a hora da escovação é não exagerar na quantidade de vezes que escovamos por dia. O cuidado e eficiência está na forma como se escova, não na frequência. Melhor escovar direito de 2 a 3 vezes por dia do que escovar de 5 a 8 vezes com pressa.

  • Escolha da escova dental

O uso de escovas com cerdas duras pode prejudicar os dentes, pois elas tem mais potencial de desgastar o esmalte e causar retração nas gengivas.

A melhor escolha é utilizar escovas macias, com muitas cerdas que permitam alcançar os melhores resultados de limpeza sem machucar a boca.

Mas, isso não quer dizer que vale a pena usar escovas desgastadas. Essas escovas nos levam a usar mais força, mesmo sem perceber, e não gera os mesmos resultados de uma boa escova macia, com cerdas novas e flexíveis.

  • Uso do fio dental

Há quem acredite que o fio dental deve ser utilizado após a escovação. Mas, esse é um pensamento errado, pois ele deve ser o passo inicial do processo de limpeza bucal.

O papel do fio dental é retirar resíduos de alimentos e biofilme dental que ficam nas laterais entre os dentes. Ele permite melhor limpeza e prevenção de problemas como gengivite e retração gengival.

Esse passo inicial deve ser seguido da escovação, que termina de eliminar os resíduos e biofilme dental.

A frequência ideal é diária. Não precisa ser após cada escovação, apenas manter a frequência todos os dias é o suficiente para ótimos resultados.

  • Excesso de pasta de dente

Quem realmente limpa os dentes é a escova. O uso de pasta dental complementa a atuação da escova e deixa flúor na boca, o que garante melhor prevenção contra cáries e outros males.

Mas, cuidado com o excesso, principalmente dos cremes abrasivos, pois podem causar desgastes e consequente sensibilidade nos seus dentes.

  • Uso excessivo de enxaguante bucal

Um hálito saudável e sensação refrescante são ótimos no dia a dia, não é mesmo? Além de serem ótimos antissépticos. Mas, cuidado, usar enxaguantes bucais de forma desmedida pode causar manchas nos dentes.

Resumindo, o melhor para sua saúde bucal é cuidar dos seus dentes com carinho na hora da escovação, sem exageros e tudo fica perfeito.

Não se esqueça de ir ao dentista pelo menos duas vezes ao ano. Assim, você fará uma limpeza profissional, com a remoção de possíveis placas de tártaro e ainda vai garantir uma conferência de suas restaurações acompanhada do tratamento de eventuais problemas que forem identificados na sua boca.

 

FALE COM A TOP ODONTO

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Digite este código de segurança no campo abaixo: captcha

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *